fbpx

O que são UI Design e UI Engineering e como atuam na interface do usuário?

6 minutos para ler

A área de Interface do Usuário (User Interface, ou UI) é cada vez mais primordial no desenvolvimento de soluções. Por isso, é fundamental que os profissionais tenham ciência da importância disso e saibam mais sobre como tornar o UI mais eficiente.

Afinal, estamos falando de um ponto que está relacionado à forma como o usuário interage com o produto digital. Se ele não for bem trabalhado, a experiência será prejudicada, podendo gerar falhas, desinteresse e uma série de outros pontos que não são benéficos.

Por isso, vamos mostrar dois pontos importantes neste processo: o UI Design e o UI Engeneering. Se você está aprendendo a programar e quer seguir carreira no mercado de TI, continue lendo para identificar quando utilizar cada um deles e veja se são possiblidades interessantes para você. Boa leitura!

O que é UI Design?

O UI Design é a parte em que há o desenvolvimento do design da interface do usuário, ou seja, é a parte em que haverá a criação das interfaces, que devem ser claras e intuitivas. É por meio dela, por exemplo, que se garante mais fluidez na passagem de uma página para outra, encontrar um botão, saber como acionar determinada função importante, entre outros pontos.

Isso depende de uma maior clareza sobre quem é o usuário, suas demandas, de que forma tem domínio sobre as ações executadas na plataforma, entre outros pontos fundamentais. Envolve a elaboração de:

  • ícones;
  • botões;
  • cores;
  • fontes;
  • ferramentas;
  • menus, entre outros.

O que é UI Engineering?

Como o nome sugere, o UI Engineering tem como objetivo criar o trabalho conceituado por outra área. O profissional dessa área pode ser chamado de engenheiro de UI. Ele é responsável por criar interfaces que possam ser testáveis, ou seja, avalia a funcionalidade da plataforma.

Sendo assim, o UI Design cria o conceito que será aplicado e os engenheiros terão o papel de aplicá-lo, garantindo a funcionalidade daquele processo na solução. Assim, trabalharão em conjunto, unindo conceito e prática, a fim de gerar uma aplicação fluida e eficiente.

Quais são as melhores dicas para criar uma interface para o usuário eficiente?

Diante de tudo o que falamos, imagino que esteja se perguntando: mas como eu posso fazer a criação de interface de forma eficiente? Vamos mostrar alguns pontos importantes a seguir.

Mantenha as coisas simples

Na área de interface, menos é mais. Ou seja, evite gerar complexidades desnecessárias para o usuário. É preciso que as ações sejam eficientes e fluidas, muito mais do que robustez e beleza. Assim, pense: qual é a forma mais simples e eficiente de conduzir o usuário nas ações que ele precisa realizar no seu dia a dia? Oriente seu trabalho tanto em UI Design quanto de UI Engineering por essas questões.

Crie interfaces descomplicadas

O caminho de um ponto a outro nas funções executadas pelos seus usuários deve ser realizado de forma fluida e eficiente. Assim, é fundamental, dentro ainda da questão da simplicidade, priorizar formas que descompliquem as ações. Se você pode fazer o usuário chegar a determinado resultado por meio de uma única ação, por que vai induzi-lo a realizar três ou mais etapas antes disso? É contraproducente.

Além disso, o usuário gosta de se sentir confortável e reconhecer o produto ou o site que está visualizando. Por isso, é fundamental não complicar: crie algo que é a cara do cliente, de acordo com sua rotina e, assim, poderá utilizar de forma intuitiva, sem ter de ficar pensando em como usar o site ou app.

Planeje uma hierarquia

O que é prioridade para o usuário em suas ações? O que ele precisa ver primeiro ao se deparar com a solução? Pense na hierarquia de prioridades no uso da ferramenta. Um exemplo para isso é analisar como os sites trabalham essa questão.

Todos os botões fundamentais aparecem, normalmente, na primeira página, seja no topo, seja na lateral da página. Assim, a pessoa que realizará a ação conseguirá identificar o que deve fazer e o momento em que será necessário acionar aquela função. Por isso, é fundamental estabelecer hierarquias nos processos, para minimizar as chances de problemas.

Planeje antes de executar

Esse é um passo de ouro. Antes de começar a colocar no papel, pense: de que forma as ações ocorrerão na sua solução ou site? Como isso se desenrolará nas ações do usuário? Quais ações levam para outras etapas? Assim, será possível analisar de que forma ele vai interagir com a plataforma, solução ou site.

Por exemplo, ele vai interagir deslizando a tela para baixo (como feed de notícias)? Acionará comando de voz? Ele vai clicar em um botão ou pressioná-lo? Todos esses pontos são importantes para pensar em um design que favoreça esses processos.

Quais são as principais ferramentas utilizadas na área de UI?

Está interessado em começar a trabalhar com UI? Para se tornar um especialista nessa área, é importante identificar quais são as principais ferramentas que você deverá utilizar para este fim. Veja as principais a seguir.

Figma

Ele é um programa com diversas funcionalidades e recursos úteis para edição de design de interface, principalmente atuando em navegador. Ele adapta o projeto de acordo com a mudança de tela, entre outras funcionalidades interessantes.

Zeplin

Você quer realizar o trabalho de design de forma automatizada? O Zeplin permite gerar, automaticamente, as especificações da interface do usuário. Auxilia, por exemplo, nos trabalhos realizados com times de devs front-end. Permite, assim, que as equipes ganhem tempo e consigam tornar a colaboração em equipe mais prática.

Adobe XD

A Adobe sempre prepara soluções interessantes e, para a área de UI Design, não é diferente. Por meio dele, é possível criar protótipos de interface para as mais diferentes soluções, como:

  • apps;
  • sites;
  • produtos com comando de voz, entre outros.

A união do UI Design e do UI Engineering permite que seja possível criar soluções interessantes e práticas para o usuário, unindo funcionalidade, criatividade e um design atrativo. Portanto, essas duas áreas precisam trabalhar lado a lado no dia a dia.

Independentemente se você deseja potencializar sua carreira com design ou com engenharia, é importante conhecer esses conceitos para saber como aplicá-los para se tornar um profissional mais competente.

Achou este conteúdo interessante? Então siga nosso perfil no Facebook, Instagram e LinkedIn e confira mais dicas imperdíveis para o setor de TI.

Posts relacionados

Deixe um comentário